top of page
  • Foto do escritorVictor Roda

O que é INCC? Como Calcular, Entender os Riscos e Proteger seu Investimento.

Atualizado: 1 de mar.

Homem frustrado com as mãos na cabeça olhando para uma pilha de papéis representando sua vida finançeira

Quem comprou um apartamento na planta durante a pandemia do Covid-19 sabe muito bem o problema que foi causado pelo Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), mas afinal, o que é o INCC? 


O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) é um indicador que mede a variação dos custos da construção civil no Brasil. Ele é utilizado para reajustar contratos de obras e serviços do setor, refletindo os custos com mão de obra, materiais e equipamentos. Neste post, vamos explorar o que é o INCC, como ele é calculado, qual a sua importância para o mercado da construção civil e saiba como se proteger.


O que é o INCC? 

O INCC é o índice de correção monetária específico para construção civil, assim como o IGP-M que mede a inflação ou deflação dos preços em geral. Ou seja, o índice mede a variação dos preços de mais de 650 itens relacionados à construção civil em todas as suas etapas. O cálculo dessa variação gera um índice numérico que pode ser consultado mensalmente em sites que divulgam esse valor, como o do Secovi, que vale nacionalmente.

Imagem de um grafico mostrando o aumento do INCC durante o periodo de março 2020 a dezembro de 2023
Aumento do INCC desde março de 2020 até o final de 2023 (FGV)

Por que ele importa?

 Quando falamos de um apartamento na planta, que será entregue em até 4 anos, os preços podem não ser os mesmos combinados na hora da assinatura do contrato. Dessa forma, o índice é utilizado para reajustar os valores assinados e acompanhar o custo da construção. Para o cliente, isso quer dizer que o preço de compra do seu apartamento não será o mesmo da assinatura do contrato. Dessa forma, clientes que não prestarem atenção na evolução do índice podem ser pegos de surpresa na hora de financiar seus apartamentos.


Como calcular o INCC nas parcelas?

O índice gera um valor em porcentagem mensalmente, como em janeiro de 2024, que aumentou 0,24%, com esse valor em mãos já podemos calcular o aumento no seu valor total.


O cálculo é feito da seguinte forma:

(Valor do seu apartamento atualizado - Valor pago) x (1 + INCC).

Vamos dar um exemplo, um apartamento que custa R$200.000,00 no primeiro mês você pagou R$20.000,00 de entrada, ficamos com o seguinte cenário:

(200.000,00 - 20.000,00) x (1 + 0,27%) = 180.486,00.

Como é possível ver no cálculo, apesar de o cliente ter pago R$20.000,00, a dedução real do seu pagamento foi R$19.514,00! Isso acontecerá sucessivamente, todos os meses, até o fim do contrato.


Como se proteger? 

O INCC, como qualquer outro índice, pode sofrer aumentos inesperados por conta de fatores mais diversos da economia, quanto a isso não há solução, mas há atitudes que podem evitar problemas consequentes disso. 

Busque informações. 

Ter as informações é a principal forma de não cometer erros, muitos vendedores não sabem detalhadamente dos itens do contrato do imóvel. Inclusive podem levar os clientes a uma decisão extremamente custosa.

Acompanhe o saldo do seu imóvel.

Todas as construtoras que vendem imóveis na planta têm o cálculo atualizado a todo momento, pedir para a construtora é a forma mais fácil de acompanhar o preço do seu imóvel. 

Não se engane pelo pequeno aumento das parcelas. 

O real perigo do INCC está na parcela de financiamento, que, para piorar, é a mais longe do momento de assinatura. O aumento nas parcelas mensais pode ser irrisório, mas esse aumento em um grande volume faz muita diferença. 

Não financie o máximo da sua renda. 

Na hora de assinar seu contrato com a construtora, o valor do seu financiamento será avaliado, caso você se comprometa a financiar o máximo que a renda permita, o aumento dado pelo INCC pode tirar o financiamento do seu alcance na hora do financiamento, fazendo com que você precise renegociar sua dívida ou até desistir da compra. 

Adiante o fluxo de pagamento. 

Quanto mais rápido você quitar as parcelas do seu imóvel, menor vai ser o reajuste a longo prazo. Dessa forma, utilizar aumentos inesperados, bônus ou décimos terceiros, podem fazer uma diferença relevante no longo prazo.


Conclusão:

Evitar o temido INCC é impossível ao comprar um apartamento na planta, mas a informação pode ser a melhor forma de tomar decisões acertadas. Fazer um esforço financeiro durante a obra pode fazer toda a diferença na hora do seu financiamento. Caso esteja procurando apartamento e esteja com dúvidas, entre em contato com nossa equipe comercial para ter explicações detalhadas sobre compra de apartamentos. Na Forza construtora, a transparência é um valor fundamental, e alertar nossos clientes dos riscos é um deles.



27 visualizações0 comentário

Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page